sexta-feira, 27 de junho de 2008

Palavras avulsas

Eu não sou otimista... eu não acredito na bondade das pessoas... eu não acredito em autruísmo... eu não acho que devamos ser felizes sempre. Acho pessoas muito felizes, no mínimo, inconseqüentes.
Por quê ser feliz sempre nesse mundo? Por quê não falar que, quase sempre, tudo está em desacordo com o que acreditamos? Com o quê queremos? Sei lá... é ser alienado demais...
Eu não digo que sou infeliz. Tenho momentos de muita felicidade, mas não são freqüentes... no geral, estou na linha do que é considerado "rotineiro", "comum"...
Não tenho uma vida genial, não sou uma artista, nem uma poetisa... gostaria de ser... de saber expressar angústia e sentimentos de uma forma bela e imortal... mas não seria pretensão demais da minha parte?
Só quero continuar crendo que o futuro pode ser melhor que o presente, o qual, por sua vez, já é melhor do que o passado...
Isso me mantém viva... isso não me permite escolher a morte.. afinal, escolher a morte é tão fácil e tão difícil... implica a renúncia de tudo e implica ser altamente egocêntrico... será que conseguiria? Às vezes, tenho quase certeza que sim.... outras, creio que não...
Qual a finalidade desse post? Não sei... provavelmente só "falar" um pouco do que penso de vez em quando....
Não tenho pretensões de convencer ningiuém.
Queria ser mais una... mais inteira... mas já sou melhor do que fui até ontem. É um bom progresso, não? Um dia, talvez, seja o suficiente.

6 comentários:

Ju disse...

as pessoas tem uma mania de associar a tristeza e a melancolia com a infelicidade, mais se for assim tenho que dizer que esses são os melhores momentos, porque esses são os momentos de verdadeira inspiração...
todos os sentimentos fazem parte da felicidade, e quem diz que é plenamente feliz nem sabe do que fala, porque perde uma parte da vida, a parte triste, a parte solidaria!
bjs adorei o post e em breve eu volto!

Gustavo Martinho disse...

nao achei nem um pouco "sem sentido"...
na verdade achei que da pra tentar
entender bastante sobre voce...
sabe...quando comentou la sobre
"pessimismo"...me pareceu bastante
convincente...mas aqui nao...
"Só quero continuar crendo que o futuro pode ser melhor que o presente,"...voce parece estar em
fase...mudando...como todos que
nao estao estacados em conceitos
ja pregados... mas o que mais fiquei intrigado...foi que em alguns momentos...parece que voce tenta reprimir essa vontade de ser feliz...ou algo parecido...
tambem nao acho que precisamos ser felizes a vida toda...sefossemos sempre felizes...nao existiria felicidade...nem tristeza...
mas o mais importante...é se libertar...de qualquer restriçao...
a mente serve para moldar os sentimentos...direcionar...nao restringir...voce parece ser alguem que nao vale a pena ser restringida...expresse-se!

Gustav disse...

Ju, isso me lembra uma de nossas conversas hehehehe.
Estou completamente de acordo.
A felicidade em excesso é uma alienação.

bertonie-JVinee disse...

Não achei "sem sentido" o seu post.
Eu gostei!
Você demostrou toda a sua melancolia daquele momento de uma forma muito boa.
Adorei seu blog.
Adoro a arte de Van Gogh tbm!
BJUXXX

Gustavo Martinho disse...

nossa...eu nao me lembrava que tivesse comentado aqui...
eu nao tinha percebido o quanto mudo
tao rapido de opiniao...
mas continuo achando que voce nao
parece ser alguem que mereça ser
"restrita"...
e quanto a voce "nao ser artista"...
muito pelo contrario...a arte nao
esta em trabalhar com ela...
voce encontra arte onde quiser...
transforme sua vida numa arte...
voce sem duvidas nao tera dificuldade alguma!

Luciene de Morais disse...

Gostei muito da sua postagem. Trato desses temas no meu blog também.
Melhor hoje que ontem... talvez a única verdade possível.
E seguir vivendo.
Voltarei aqui!